Uncategorized

Silvio Santos é elogiado após usar o termo ‘bicha’ em seu programa

A pequena treta ‘progressista’ da semana é Silvio Santos incorporando o Severino Quebra-galho em uma das gincanas de seu programa dominical. Os grandes órgãos de imprensa estão em polvorosa e já ressuscitaram o bordão de Vera Verão: ‘Bicha não, Pablo Vittar é uma quase… mulher’.

A Isto É noticiou que “Silvio Santos é criticado após usar termo ‘bicha’ em seu programa”. A concorrente Veja mandou muito bem na originalidade: “Silvio Santos é criticado após usar termo ‘bicha’ em seu programa”. Já a Catraca Livre fugiu da mesmisse e pegou pesado: “Silvio Santos é acusado de homofobia ao falar sobre Pabllo Vittar”.

DeUgxUdW4AYqv7P
David Brazil expressou toda sua preocupação por ter sido chamado de bicha

Um dos clichês preferidos da imprensa progressista moderna é o uso do particípio dos verbos acusar, agredir, atacar e criticar em manchetes para matérias sobre postagens aleatórias e isoladas de desconhecidos nas redes sociais.

Acusados e criticados são gente da laia de Danilo Gentili, Silvio Santos, Fernando Holiday, Ana Paula do Voley… Quando meia dúzia de tuiteiros fazem postagens contra estas personalidades, serão sempre estes os verbos usados pela mass media.

Atacados e agredidos serão gente da laia da deputada Maria do Rosário, do deputado Jean do BBB, do usuário Gregório Duvivier, do jogador Tiffany do Bauru… A escolha do verbo serve pra indicar ao leitor como ele deve se posicionar: a favor ou contra o alvo das ‘críticas’.

Já o uso do particípio avulso permite que meia dúzia de posts no Twitter publicados por pós-adolescentes sujos esparramados em sofás de algum DCE de federal se tornem algo relevante o suficiente pra dar manchete na Veja.

Não dá pra estampar na cara dura que “5 estudantes de cursos de humanas em universidades federais criticaram o uso do termo bicha por Silvio Santos em seus perfis no Twitter” no portal da revista mais importante do país.

Pois lendo as matérias dos confiabilíssimos órgãos de imprensa o que você descobre é que esta seria a única manchete honesta possível: toda a evidência trazida pelos ‘jornalistas’ sobre a grande polêmica por conta do termo bicha para se referir a homossexuais se limita a prints de meia dúzia de mimimis no Twitter.

Silvio Santos poderia ter usado o termo homossexual na sua gincana? Até que poderia.

Ou poderia ter usado baitola, bichona, maricona, boiola, frutinha, gabiru…

Bicha é um dos termos mais usados para se referir a homossexuais do sexo masculino em Língua Portuguesa – e que bom que continua sendo usado – mas existem muitos outros. O apresentador está de parabéns pelo pequeno ato contra o engessamento do idioma pelo ‘politicamente correto’: tomara que da próxima vez use ‘viado’.

Pronto, ‘jornalista’ da Veja, já fiz a postagem aleatória nas redes sociais que você precisava.

Pode publicar aí que “Silvio Santos é elogiado após usar o termo ‘bicha’ em seu programa”, depois manda pro ‘jornalista’ da Isto É pra ele copiar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s