Uncategorized

Daniela Mercury revela preocupação com a sexualidade do próximo presidente

Hoje foi dia de Parada LGBT em São Paulo e as redes sociais estão em polvorosa.

As grandes mídias repercutem informações como a de que o cantor Pablo Vittar vestiu modelito especial para protestar contra a onda de crimes homofóbicos no Brasil ( ecoando um lenda urbana criada pelo GRUPO GAY DA BAHIA a partir de uma pesquisa fraudulenta, lenda esta que tenho feito esforço para ajudar a desconstruir ).

Os órgãos de imprensa também espalham que Daniela Mercury – cantora baiana que fez sucesso nacional no começo dos anos 90 com o axé ‘O canto da Cidade’ – declarou que “temos que ter alguém LGBT para presidente”.

Não temos não, dona Daniela, não precisamos de que o próximo presidente dê a bunda ou que a próxima presidente cole velcro, como a senhora! Nem seria ruim se isso acontecesse.

O fato é que não são estes os atributos a serem avaliados num candidato ao posto mais alto do poder executivo. Eles deveriam ser irrelevantes.

Honestidade no trato das coisas públicas, empenho na construção de uma sociedade mais justa e menos desigual, com menos corrupção… esta devia ser a nossa preocupação ao comparecer às urnas em Outubro.

Da minha parte, estou torcendo para que o próximo presidente tome medidas para reduzir o tamanho do estado brasileiro: privatizando estatais, enxugando a máquina pública, reduzindo privilégios de funcionários públicos; torço para que ele lute para acabar com as atuais legislações racistas e sexistas, como o sistema de cotas e a Lei Maria da Penha, e que evite o surgimento de novas leis semelhantes; torço para ele não enverede pelas mesmas artimanhas corruptas que caracterizaram os 4 mandatos sucessivos do Partido dos Trabalhadores…

Não estou nada preocupado quanto a se este senhor ou senhora que vier a ser escolhido para trabalhar no Palácio do Planalto vai ter preferência em fazer sexo com pessoas do próprio sexo ou do sexo oposto, se gostará de usar cinta de couro e chicotinho ou se terá preferência pelo velho papai-mamãe bem comportado e de luzes apagadas, se precisará tomar um Viagra antes e outro no intervalo ou se ainda estará com tudo em cima, se será escandaloso ou se gemerá baixinho.

Essas coisas não me dizem respeito, nem dizem respeito ao digníssimo cargo de Presidente da República.

A senhora deveria parar de pensar em sexo o tempo todo, Daniela.

A hora do voto – por exemplo – é um momento em que você precisa botar sua cabecinha pra pensar em coisas diferentes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s