Sabatina do Jornal Nacional a Jair Bolsonaro mostra a relevância do pequeno – mas honesto – trabalho de ‘Quem a homotransfobia não matou hoje?’ [ sem falsa modéstia ]

Este blog ( e a página no Facebook associada a ele, temporariamente extinta por força de decisão judicial liminar ) nasceu com um objetivo muito pontual: apresentar e debater as bases estatísticas sobre as quais boa parte do discurso progressista de "defesa das minorias" se sustenta. Há algum tempo eu venho observando e me incomodando…

Por que nunca postei sobre o levantamento anual da Rede Trans?

Há meses venho atacando as conclusões de duas das quatro instituições que coletam informações específicas sobre mortes de homossexuais no Brasil e deixando duas outras mais 'em paz'. Por que este meu preconceito? O GRUPO GAY DA BAHIA se converteu numa espécie de mascote da página. Embora não seja meu foco central falar do GRUPO…

Decisão liminar de juíza carioca blinda pesquisa acadêmica conduzida por prestigiosa universidade federal de críticas às suas metodologias e conclusões

Uma juíza do 10º Juizado Especial Cível do TJ RJ determinou a deleção de todo o conteúdo das páginas 'Quem a homotransfobia não matou hoje?' pelo Facebook e pelo Twitter. Determinou também que eu retire deste blog todas as postagens sobre a metodologia e conclusões de um estudo produzido por pesquisadoras de uma prestigiosa universidade…

Revista Galileu publica fake news sobre adolescentes expulsos de casa nos EUA

A Revista Galileu (sempre lacrante) publicou mais uma daquelas estatísticas bizarras fabricadas pelo ativismo que de cara a gente vê que tem algo errado, mas que fazem a alegria da galera do DCE e dos eleitores do PSOL. Segundo uma pesquisa superconfiável divulgada pela revista, 40% dos sem-teto norte-americanos são adolescentes gays expulsos de casa…

Como uma lei que determina direitos iguais entre homens e mulheres nas universidades dos EUA deu muito errado, por Christina Hoff Sommers

O texto abaixo é uma resenha feita pela filósofa e 'feminista de igualdade' Christina Hoff Sommers sobre o livro The Transformation of Title IX: Regulating Gender Equality in Education de R. Shep Melnick. A tradução é minha. O Título IX das Emendas Educacionais, a legislação de 1972 que proibiu a discriminação sexual nos programas que recebem verbas federais,…

Cotas para pobres e estudantes de escola pública são mesmo melhores que as cotas racistas? – CAPÍTULO II

Texto originalmente publicado aqui CAPÍTULO 2: MUNDO DAS IDEIAS VS MUNDO REAL Quando publiquei em facebook.com/naomatouhoje o Capítulo I desta digressão, recebi duas ressalvas que achei interessantes de serem discutidas. Uma afirmando que eu escolhi maus exemplos: que o CPII não seria um bom representante das escolas públicas nem o suburbano Colégio Realengo seria um…

Cotas para pobres e estudantes de escola pública são mesmo melhores que as cotas racistas? – CAPÍTULO I

Texto originalmente publicado aqui  CAPÍTULO 1: ‘ESCOLAS DE RICO’ VS ‘ESCOLAS DE POBRE’ Se você é do Rio, deve conhecer os dois logotipos à esquerda da imagem abaixo: são os símbolos dos tradicionalíssimos Colégio Pedro II e Colégio de Aplicação da UFRJ. Com suas principais unidades localizadas em bairros nobres do Rio: Lagoa, Humaitá e…