Uncategorized

Todo dia uma mentira do Grupo Gay da Bahia #37

No dia 04 de janeiro de 2014, em Campo Grande – MS, Valdecir Minatelle foi morto a tiros.

Ele foi vítima de uma tentativa de assalto. O autor do latrocínio foi um travesti de nome Jonas Greco Anastácio, mas que se apresentava como Natália. Natália abordou o senhor enquanto ele negociava um programa com outro travesti, Valdecir tentou fugir e acabou sendo baleado.

Jonas/Natália já havia sido preso por tráfico de entorpecentes e é acusado de outros casos de homicídio e crimes contra o patrimônio.

Na visão de Luiz Mott e Eduardo Michels, responsáveis pelo relatório anual do Grupo Gay da Bahia, Jonas matou Valdecir motivado por LGBTfobia. Ele é a 5ª “vitima de de LGBTfobia apresentada no relatório anual produzido pela ONG.

REFERÊNCIAS

https://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/pivo-em-roubo-de-joia-e-morte-de-policial-travesti-matou-empresario

https://homofobiamata.files.wordpress.com/2013/02/relatorio-por-estado-20145.pdf

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s