Uncategorized

Não vai contra nenhum dos nossos padrões de comunidade específicos

Não é novidade alguma que os padrões de comunidade destinados a combater o sexismo, o racismo, a apologia a atos de violência et cetera das principais redes sociais são hipócritas e enviesados. O proprietário da maior rede social da atualidade deixou isso claro em uma CPI aberta pelo congresso estadunidense contra a empresa.

um pênis decepado sobre uma tábua de carne. Uma mão feminina segura uma faca na posição que costumamos posicionar o instrumento quando vamos fatiar um pedaço de linguiça calabresa pra por no feijão.

Eli Vieira é um ativista homossexual bastante participativo nas redes sociais: mantém um canal no Youtube, blog e é mais conhecido pela sua página Aventuras na Justiça Social.

Já tomou muitos bloqueios no Facebook por ter descumprido os zelosos padrões da comunidade. No caso que considero o mais simbólico, ele foi denunciado por um comentário “homofóbico”: ele, um homossexual assumido havia dito que ele próprio era viado em um comentário. Algo como “Eu, que sou viado, não acho que tal e tal coisa sejam dignas de preocupação”

pillow14in-whi-z1-t-oh-deer-i-m-queer

O Facebook considerou que um viado chamar a si  mesmo de viado era uma expressão de ódio contra os viados.

Por esta ausência de bons modos, Eli ficou 30 dias impedido de usar o Facebook.

Esta semana – num grupo administrado pelo mesmo Eli – postaram o perfil de uma mulher abertamente misândrica, cuja imagem de capa ilustra um pênis decepado sobre uma tábua de carne. Uma mão feminina segura uma faca na posição que costumamos posicionar o instrumento quando vamos fatiar um pedaço de linguiça calabresa pra por no feijão.

O nome da linda moçoila com carinha de cracuda é Carla Bacelar e na sua apresentação ela diz “homens: não encham o saco. Mulheres: cês querem o mundo? Eu dou”.

Mulheres que queiram o mundo, cliquem aqui.

Resolvi testar o sistema de denúncias do Facebook: a resposta foi “Agradecemos por nos avisar sobre isso. Examinamos a foto e, embora ela não vá contra nenhum dos nossos Padrões da Comunidade… ”

Estejam avisados, ao usar a rede social de Mark: usar a palavra viado para se referir a homossexuais (mesmo que o viado a que se refere for você mesmo) não pode, fazer apologia explícita à mutilação genital masculina pode sim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s