Assassinatos por parceiros íntimos: o que os números de um famoso estudo da OMS mostram (quando lidos com atenção)?

O número total de (vítimas de) assassinato por parceiros íntimos foi quase sempre maior entre mulheres que entre homens. Panamá e Brasil foram as únicas exceções (...) Durante anos a fraude feminista mais replicada pelo ativismo foi a de que mulheres recebem menos que os homens por motivo de preconceito no mercado de trabalho. Christina…