LESBOCÍDIO: contra a censura, mais informação

As professoras da Universidade Federal do Rio de Janeiro responsáveis pelo projeto de pesquisa LESBOCÍDIO: AS HISTÓRIAS QUE NINGUÉM CONTA tentam, por todos os meios judiciais possíveis, impedir que eu continue contando as histórias do referido projeto de pesquisa. Primeiro, assim que comecei a contar tudo o que sabia - usando como fonte os próprios…

Socióloga lota EMERJ para falar sobre lesbocídio

A intelectual e professora da UFRJ Suane Felippe Soares, uma das principais especialistas em lesbocídio do Brasil, foi o nome central na palestra intitulada LESBOCÍDIO: VIOLÊNCIA INVISÍVEL, apresentada ontem à noite, dia 05 do 01 de 2019, na Emerj - Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro​. A socióloga foi responsável pela elaboração…

[ATUALIZAÇÃO] Quem a homotransfobia não matou hoje? bloqueado

Retificando a informação passada anteriormente: a retirada do conteúdo de Quem a homotransfobia não matou hoje? por parte do Facebook foi resultado de determinação judicial concedida pelo TJRJ e não de decisão autônoma da empresa.A determinação foi feita diretamente ao Facebook, que havia se negado a cumpri-la de uma primeira feita, mas acatou desta vez.O…