Retificando a informação passada anteriormente: a retirada do conteúdo de Quem a homotransfobia não matou hoje? por parte do Facebook foi resultado de determinação judicial concedida pelo TJRJ e não de decisão autônoma da empresa.

A determinação foi feita diretamente ao Facebook, que havia se negado a cumpri-la de uma primeira feita, mas acatou desta vez.

O professor Claudio Henrique Ribeiro da Silva comenta o processo no vídeo abaixo:



Para saber mais sobre o caso, clique nos seguintes links:


https://naomatouhoje.blog/2018/11/06/lesbocidio-revisitado-um-dossie-sobre-o-dossie/


https://naomatouhoje.blog/2018/11/06/dossie-do-dossie-lesbocidio-parte-2-o-financiamento-publico-e-o-sumico-dos-dados/


Nenhum pensamento

  1. Triste o resultado, mas não desista Daniel! Tenho aprendido bastante com as suas informações, que são fatos né, o que é algo muito importante… eu acho rsrsrs. E pelo tom zero “sensacionalista-caçaàsbruxas” nas suas postagens. Uma pena ainda ser pouco visto.

    Curtir

Deixe uma resposta para Isla Garcia Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s