Daniel Reynaldo
Rio de Janeiro, 19 de maio de 2019

Alice Baggins é uma ativista feminista radical, rad-fem no jargão.

Rad-fems representam uma fatia do ativismo feminista caracterizada pela oposição ao ativismo trans (concordamos nisto), por serem contrárias à prostituição e a qualquer forma de sexo pago (religiosos cristãos fundamentalistas costumam concordar nisso) e por serem contrárias à participação de homens no ativismo feminista (concordo que ninguém deveria participar do ativismo feminista), entre outros aspectos que prefiro não comentar.

A Alice, especificamente, a julgar por muitas de suas postagens, tem um incômodo maior com o tema “sexo pago”:

Sem título
Alice fez uma publicação com uma série de alegações sobre prostituição e pornografia, a publicação viralizou, contando com milhares de compartilhamentos.

Há exatos 3 dias o post acima passou na minha TL no Facebook duas vezes, me chamando à atenção. Fiz um post para a página Quem #lesbocídio demonstrando que parte das alegações feitas por Baggins é falsa e que a outra parte carece de fontes.

Recebi a informação de que – após a publicação do meu post – a autora havia fornecido algumas fontes nos comentários do seu post original.

Foram estas fontes que me fizeram escrever uma versão estendida da checagem.

Sem título.png
Baggis, posteriormente à publicação do post, apresentou fontes. As fontes, contudo, são pouco fiáveis e/ou desmentem partes das afirmações contidas no post original.

Pornhub tem mais acessos POR MÊS do que Netflix, Amazon e Twitter JUNTOS

|| FALSO ||

O site Alexa é a referência mais segura para esta variável. Pela lista apresentada neste site, o Twitter está em 11º, o Purnhub em 27º. É impossível que este último tenha mais acessos que Netflix, Amazon e Twitter juntos. Além do mais, aparentemente o Alexa não conta acessos por apps, e a imensa maior parte dos acessos à Netflix são por apps e não por navegadores, tornando imprópria a comparação.

FONTE: https://www.alexa.com/topsites

A FONTE DA ALICE:

Um detalhe curioso é que nos comentários de sua publicação, Alice aponta como fontes os seguintes links: https://www.huffpostbrasil.com/2013/05/03/internet-porn-stats_n_3187682.html e https://relevantmagazine.com/culture/3-porn-sites-get-u-s-web-traffic-wikipedia-twitter-reddit-instagram-ebay-netflix/

Ocorre que ambos os links apresentados pela feminista desmentem sua própria afirmação.

O link da Relevant Magazine (baseado nos dados do site Similar Web para os EUA) aponta que o Purnhub está atrás da Amazon, não podendo ter mais acesso do que esta mais os dois outros sites apontados. Quando se usa o mesmo Similar Web para uma análise global a Amazon de fato passa para trás do Pornhub, mas desta vez o Twitter fica na frente.

Sem título.png
Uma das fontes apresentadas pela feminista comprova que sua alegação número 1 está errada.

Mas o “engano” parece ter se dado mesmo foi a partir do inforgráfico apresentado pelo HuffPost.

O Huff aponta que TODAS AS PÁGINAS PORNOGRÁFICAS DO MUNDO somadas têm mais acesso que Twitter + Amazon + Netflix juntas e que o Youpurn sozinho tem mais acessos que o Hulu (um concorrente da Netflix que só opera nos EUA e no Japão).

Alice, por descuido, misturou as informações.

Sem título.png
Feminista confundiu informações transmitidas por infográfico publicado no HuffPost

2| xVideos é maior que CNN, Dropbox e New York Times JUNTOS

|| MAL DEFINIDO/CARECE DE FONTES ||

Não consegui entender o que ela quer dizer por “maior que”. Maior em tráfego? Maior em receita?

De qualquer modo, carece de fontes.

3| MindGeek, dona da Pornhub, Brazzers e YouPorn e RealityKings está no Top 3 das empresas com maior consumo de banda no mundo, sendo as outras duas Google e Netflix

|| FALSO ||

O relatório Global Internet Phenomena Report 2018, produzido pela Sandvine, apresenta uma lista dos maiores consumidores de tráfego por região e categoria e no mundo todo.

MindGeek ou qualquer de seus sites não são mencionados em nenhuma listagem do documento.

FONTE: https://www.sandvine.com/hubfs/downloads/phenomena/2018-phenomena-report.pdf

A FONTE DA ALICE: A feminista apresentou o seguinte link como fonte, em seus comentários: https://mavericktimes.in/news/entertainment/pornography-how-big-is-the-industry-of-lust/3592/

O texto da Maverick Times, contudo, apresenta as alegações – da mesma forma que o post de Alice – sem indicar nenhuma fonte primária para qualquer das afirmações. Além do mais, como já demonstrado, a afirmação contradiz o relatório anual da Sandvine, a maior referência neste tema.

Mantenho a checagem como falso, já que o relatório da Sandvine é uma fonte fiável e o Maverick Times não apresenta fonte para as próprias alegações.

4| 1 novo filme pornô é lançado a cada 39 minutos

|| CARECE DE FONTES ||

Não achei fontes para a afirmação, contudo, isto daria 13 500 filmes pornográficos lançados todos os anos no mundo, o que me parece bem razoável.

5| 12% de todo conteúdo na NET é pornografia

|| PROVAVELMENTE FALSO/CARECE DE FONTES ||

Achei fontes distintas e pouco precisas para este dado, mas os dados mais academicamente confiáveis foram os produzidos pelo neurocientista computacional Ogi Ogas, que estima que 4% de todos os sites na internet são pornográficos, há que se considerar – contudo, a distribuição de material pornográfico em sites não pornográficos.

Ogi é o principal nome na pesquisa acadêmica sobre este tema (tamanho da participação da indústria pornográfica na internet) e publicou um livro sobre o assunto em 2011 : “A Billion Wicked Thoughts”.

FONTE: https://www.forbes.com/sites/julieruvolo/2011/09/07/how-much-of-the-internet-is-actually-for-porn/#1deafb8d5d16

A FONTE DA ALICE: Alice aponta como fonte um infográfico disponível aqui: https://gizmodo.com/finally-some-actual-stats-on-internet-porn-5552899 e o infográfico aponta para cá: https://www.dailymail.co.uk/femail/article-1141485/A-clicks-mouse-internet-porn-destroys-middle-class-marriage-.html

A matéria do Daily Mail não indica a fonte primária para o percentual, além do mais é uma matéria de 10 anos atrás. Como já apontado, outras estimativas apontam percentuais menores. Não se pode afirmar qualquer delas como verdadeira, mas a única fonte primária encontrada por mim aponta faixa menor.

Portanto mantenho que a alegação de Alice PROVAVELMENTE é falsa, mas que carece de fontes

6 | A cada segundo são gastos 3000 dólares em pornografia

|| PROVAVELMENTE FALSO/CARECE DE FONTES ||

A fonte da Alice é o mesmo infográfico acima, este aponta para os sites https://www.internet-filter-review.toptenreviews.com/ (link quebrado) , http://www.safefamilies.org/sfStats.php (site conservador cristão que aponta uma série de alegações e usa como fontes para cada uma o mesmo link quebrado anterior).

Cito trecho da mesma entrevista de Ogi Ogas à Forbes, linkada acima:

Jornalista Julie Ruvolo: “Um palpite sobre o quão grande é a indústria pornográfica em dólares?”

Professor Ogi Ogas: “Não há informações sobre o quanto de dinheiro vai para a industria pornográfica. Você deve assumir qualquer estatística sobre quanto dinheiro vai para a pornografia online como fraudulenta e completamente desconsiderável.”

7 | A indústria pornográfica faz mais dinheiro que a Major League Baseball, a NFL e o NBA JUNTOS

|| PROVAVELMENTE FALSO/CARECE DE FONTES ||

A FONTE DA ALICE: Essa afirmação aparece explicitamente no mesmo link que menciona a MindGeek como sendo a terceira maior consumidora de banda. Assim como para aquela afirmação, o portal Maverick Times não apresenta as fontes primárias (estudos, relatórios…) utilizados para a informação.

8 | Pornografia “infantil”, ou melhor, gravações de exploração sexual infantil é um dos mercados online que mais cresce

|| CARECE DE FONTES ||

Baggins não informou, e tampouco eu encontrei, qualquer base de dados que permita comparar a evolução dos casos de pornografia infantil na rede.

9 | A expectativa de vida média de uma atriz pornô é de 36 anos

|| FALSO ||

Embora haja diferença de um ano (37 para 36) me parece que a fonte primária do hoax é este blog cristão aqui: http://danielrjennings.org/TheAverageLifeExpectancyOfAPornStar.html

É a mesma fonte que eu tinha em mente ao dar de cara com o post e não encontrei nenhuma outra fonte primária para a estimativa: apenas réplicas dos números, tampouco Alice apresenta a fonte de onde extraiu seus dados.

O blog de Daniel Jennings apresenta apenas uma lista de mortes aleatórias de atrizes pornô conhecidas e extrai uma média. Isto não é cálculo de expectativa de vida.

Um outro texto aponta também pro mesmo link do blog cristão como fonte, e apesar de ter como premissa a ideia de que “atrizes pornôs morrem cedo”, reconhece que a fonte usada para disseminar esta estimativa é estatisticamente inacurada: https://steemit.com/lifespan/@erykwillhere/why-are-so-many-porn-actresses-dying

Todas as menções encontradas por mim na internet à supostamente baixa expectativa de vida de atrizes pornôs ou carecem de fonte ou apontam para a fonte equivocada do blog evangélico acima.

No link a seguir o professor Bruno Garcia explica quais parâmetros são necessários para estimar expectativa de vida de dado grupo demográfico.

O texto foi feito tendo em mente o boato sobre expectativa de transexuais, mas cabe na questão aqui: https://naomatouhoje.blog/2019/04/30/e-impossivel-estimar-a-expectativa-de-vida-da-populacao-trans-professor-explica/

Sem título
Após ser questionada por alguns usuários do Facebook quanto às alegações, Baggins deu uma resposta contundente.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s