Daniel Reynaldo
Rio de Janeiro, 11 de julho de 2021


A discussão em torno das verbas recebidas ou não recebidas pela ativista e atriz Maria Flor foi reacendida por uma checagem publicada anteontem pela Aos Fatos. Ela é opositora ferrenha do atual governo federal e defensores do mesmo costumam associar o posicionamento da atriz ao corte de verbas na área, que a teriam beneficiado em milhões de reais nos governos passados.

Segundo a agência de checagem, a mulher estaria sendo acusada nas redes sociais de ter recebido 10,4 milhões em recursos federais, mas isso seria falso. A agência anuncia que “As peças de desinformação reuniam ao menos 2.632 compartilhamentos no Facebook nesta sexta-feira (9) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social” (sic).

Segundo a Aos Fatos, a empresa da atriz antibolsonarista não recebeu 10,4 milhões, mas apenas 4,8 milhões que seriam proveniente quase que integralmente de um polpudo pratrocínio da Caixa Econômica, mas também tiveram origem na Lei do Audiovisual e no Fundo Setorial do Audiovisual.

CHECAGEM ANTERIOR, DA LUPA, OMITIA DADOS SOBRE FSA E CAIXA

Em janeiro a Agência Lupa já tinha checado postagens semelhantes, mas só dava informação sobre as verbas recebidas através da Lei do Audiovisual, que diz respeito a apenas 724 mil dos quase 5 milhões de reais abocanhados pela atriz.

QUALIDADE DOS DADOS NAS REDES SOCIAIS E PROFUNDIDADE DAS CHECAGENS

O episódio chama atenção sobre alguns aspectos da discussão de dados nas redes sociais da qualidade das “checagens de dados” feitas pelas agências profissionais.

Ontem mesmo, em um grupo que participo, alguém respondeu a uma matéria sobre o último relatório da ANTRA dizendo “estes dados são falsos, o Grupo Gay da Bahia já contabilizou até lésbica assaltante morta em troca de tiros com a polícia”.

O sujeito, provavelmente seguidor desta página aqui, misturou dados da ANTRA, do GGB e da UFRJ numa salada só: a pesquisa da ANTRA é só sobre transexuais, a da UFRJ era sobre lésbicas e foi a que incluiu a tal assaltante e a do GGB não tinha nada a ver nem com a história. É o que a minha mãe chamava de “ouvir o galo cantar e não saber onde”.

Comentei que na incerteza seria melhor que ele tivesse dito algo como “as instituições que fazem este tipo de análise se baseiam em notícias de jornal aleatórias sobre mortes de LGBTs e inserem nestas listas casos que nada têm a ver com homofobia”.

Neste episódio da Maria Flor acontece algo semelhante: as postagens na internet dizem que ela recebeu dinheiro da “Lei Rouanet”, mas a Lei Rouanet é uma e a Lei do Audiovisual é outra. Além do mais, nem todo dinheiro público transmitido a artistas e empresas artísticas diz respeito a uma das duas leis, há outras fontes.

Uma das postagens (a verificada pela Lupa) havia sido publicada pelo deputado estadual Bruno Engler (uma vergonha especial em se tratando de um deputado que recebe dezenas de milhares de reais diretamente e através de assessores) e dizia exatamente o seguinte “Você sabia que a Maria Flor abocanhou 10 milhões de reais com projetos artísticos da Lei Rouanet nos governos petistas?”

Obviamente a agência Agência Lupa apressou-se em indicar que “A informação analisada pela Lupa é falsa. Maria Flor nunca recebeu recursos da Lei Rouanet para realização de projetos culturais, tampouco a produtora da qual é uma das sócias, a Fina Flor Filmes.”, mesmo que o cerne da informação não estivesse tão errada.

Seria muito mais simples, na incerteza (e na preguiça do deputado e de seus assessores em checar os dados finos da informação) ter postado apenas “Você sabia que a Maria Flor abocanhou milhões de reais em verbas públicas nos governos petistas?”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s